segunda-feira, junho 11, 2012

António Sala marcou presença na Semana Serrana

António Sala,  músico, compositor, locutor de rádio e apresentador de TV e padrinho da Praia Fluvial de Loriga marcou presença no passado Sábado na Quinta de São José em Sacavém nas festividades da Semana Serrana, apadrinhando desta forma mais uma iniciativa de promoção da nossa praia.....
Sem dúvida um grande contributo de forma a alcançarmos o nosso grande objectivo que é a eleição da Praia de Loriga como uma das "7 Maravilhas - Praias de Portugal".



Foto: Joaquim Pinto Gonçalves


Recorda-se que o conhecido “homem da rádio”, locutor e cantor, de nome completo António Manuel Sala Mira Gomes, nasceu em Vilar de Andorinho, em 14 de janeiro de 1949 e foi viver para Lisboa aos dez anos e entrou para a rádio em 1966. Tendo-se estreado aos microfones dos Emissores Associados de Lisboa, candidatou-se a um concurso da Rádio Ribatejo, onde veio a apresentar o programa Caravana das Cinco. Cantou em coros de igreja e forma os seus primeiros grupos, primeiro Os Fachos, depois Os Argonautas. Torna-se locutor profissional, novamente nos Emissores Associados de Lisboa, onde apresentou o programa da manhã. Quando foi chamado a cumprir o serviço militar, também o fez como radialista, no programa Alerta Está, da Região Militar de Lisboa.
É como cantor que surgirá na televisão, em Canal 13, de Mário Dias Ramos. A carreira dos Maranata, agrupamento saído de um coro de igreja, inicia-se em 1971. A sua estreia como apresentador de TV, em 1972, acontece com Música Maestro, a primeira produção da Edipim. Após o 25 de Abril, grava o primeiro disco a solo, Recados de Telex. Em 1978 apresenta o concurso Ou vai ou taxa, na RTP1. Transfere-se para a Rádio Renascença em 1979, onde obtém sucesso no programa matinal Despertar, com a companheira Olga Cardoso. Escreve a música de Zé Brasileiro Português de Braga, com letra de Vasco de Lima Couto, para a cantora Alexandra, e interpreta com esta um dueto, no Festival RTP da Canção de 1980. No mesmo ano publica Dicionário de Anedotas.
Em 1983 junta-se a Carlos Paião e Luís Arriaga para co-protagonizar O Foguete, de que foi autor, na RTP1. Lança Anedotas de Sala em 1984. Nesse ano regressa ao Festival RTP da Canção com Uma Canção Amiga e, com o seu filho Miguel lança, em 1985, o disco Parabéns a Você. Em 1989 lança o LP Microfone e Voz, dedicado a Carlos Paião.
Em 1990 começa a apresentar, na RTP2, o concurso Palavra Puxa Palavra. A partir de 1992 assume o cargo de director de programas da Rádio Renascença, em simultâneo com a apresentação do Despertar. Em 1993 apresenta o programa Você Decide e a nova versão do concurso 1, 2, 3. Ainda na RTP apresenta, em 1995, o concurso Quem é o quê?.
Em 1996 comemora trinta anos de carreira, com a edição do duplo CD Trinta Anos de Carreira, juntando 44 canções. Passa a conduzir um programa de entrevistas na Renascença, tornando-se director-geral do Grupo Renascença, entre 2003 e 2007, ano em que passa a assessor do Conselho de Gerência.
A Videofono edita o DVD António Sala, o comunicador, em 2007, e o duplo CD, Lisboa e o meu piano, com 15 temas de sua autoria ao piano.
Recebeu a Medalha de Mérito da Cidade de Lisboa.
Além de Memórias da Vida e da Rádio dos Afectos, António Sala publicou este ano para o público infantil a obra Histórias para os Avós Contarem aos Netos, com ilustrações de Patrícia Furtado, que também estará à venda para quem o pretender.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário